Notícias

08/02/2024 08:43


Estudo indica que rodeios movimentaram mais de R$ 2 bilhões no Rio Grande do Sul em 2023

Um estudo realizado pela Universidade Feevale, em parceria com a secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), apontou que, em 2023, os rodeios movimentaram mais de R$ 2 bilhões no Rio Grande do Sul, sendo R$ 980 milhões somente em inscrições para as provas campeiras. O resultado parcial da pesquisa foi apresentado nesta terça-feira (6/2) durante o 35º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria.

Nesta primeira etapa do estudo, que se propõe a medir emprego e renda gerados pelas tradições gaúchas, os dados são relacionados apenas a rodeios. Só o de Vacaria, que é um exemplo de como as festas campeiras têm potencial para movimentar a economia do Estado, tem um orçamento de mais de R$ 8 milhões em despesas diretas.

No ano passado, ocorreram 3.264 rodeios, festas campeiras e torneios de tiro de laço, 15% a mais do que em 2022. Foram 294 grandes eventos, 1.565 médios e 1.405 pequenos, com um investimento em torno de, respectivamente, R$ 800 mil, R$ 350 mil e R$ 150 mil.

A estimativa para a manutenção anual de 10 mil animais é de cerca de R$ 375 milhões, incluindo alimentação, hotelaria, transporte, vacinas e encilhas. Os gastos com aluguel de gado, nos rodeios, chegam a mais de R$ 73 mil. Em 2023, ultrapassaram os R$ 240 milhões nos mais de 3,2 mil eventos realizados. No ano passado, os investimentos com a parte artística, como ensaios, músicos e coreografias, chegaram a mais de R$ 355 milhões.

O gasto anual dos laçadores com indumentária (botas, bombachas, camisas, chapéus e lenços) é de cerca de R$ 30 milhões. O investimento do público em geral que frequenta os rodeios é de mais de R$ 52 milhões. “Os rodeios se tornaram muito populares no Rio Grande do Sul, chegando a 3,2 mil festas por ano, uma média de mais de 60 a cada fim de semana”, comentou o economista e professor da Universidade Feevale, José Antônio Ribeiro de Moura.

O economista lembrou que, comparando com outros setores da economia gaúcha, os números relacionados ao tradicionalismo representam o dobro do que o Brasil exportou de calçados em 2023 e 70% a mais do que a produção de uvas no Estado. “Os números expressivos mostram que as entidades podem ser beneficiadas tanto a partir de leis de incentivo do governo, como de investimentos pelos empresários, que também são capazes de obter um grande retorno se apostarem nesse segmento”, afirmou.

Desenvolvimento do Estado

O titular da Sedec, Ernani Polo, ressaltou que, além de ser uma representação da identidade cultural, o tradicionalismo é um setor que movimenta a economia gaúcha, conforme constatado a partir deste estudo. “Este resultado parcial indica que somente em rodeios são mais de R$ 2 bilhões em 2023, um número que impressiona justamente pelo fato de os rodeios estarem espalhados. Com esta sistematização, houve a percepção do quanto gira a economia, gerando empregos e renda. O governo do Estado segue trabalhando com a Feevale para a continuidade deste estudo, que pode ser uma ferramenta para balizar futuras ações em prol do segmento”, disse.

O reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, destacou que o estudo possibilitará diversos benefícios e servirá de base para políticas públicas de fomento às tradições. “É um setor econômico e cultural extremamente importante, ligado à nossa identidade e ao nosso desenvolvimento. Como um gestor público vai propor uma política e dirigir recursos, transportar para o turismo, por exemplo? Tendo um estudo e trabalho sério e científico, com apoio de todas as entidades, e colocando no mapa do desenvolvimento do Rio Grande do Sul o gauchismo”, explicou.

O estudo deverá ser concluído ainda neste semestre. As próximas etapas incluem o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) e suas festas, danças folclóricas, musicais e acomodações; o cavalo crioulo; a erva-mate e o chimarrão; e a radiodifusão.

MISSÕES UM DESTINO INCRÍVEL
CONFIRA INGRESSOS, ROTEIROS, LIVROS E ARTESANATO MISSIONEIRO
BORRAIO MINHAS ORIGENS EM SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
FAZENDA PARAÍSO EM SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
CIRCUÍTO MISSÕES JESUÍTICAS GUARANI
ROTEIRO CAMIMHO DAS MISSÕES 4 DIAS
ROTEIRO MISSÕES 8 DIAS 
ROTEIRO CAMINHO DAS MISSÕES 15 DIAS
ROTEIRO CAMINHO DAS MISSÕES 9 DIAS
CASA FLUTUANTE EM PORTO XAVIER

 

CONFIRA NOSSOS PARCEIROS
CLIQUE AQUI E ADQUIRA INGRESSOS E ROTEIROS TURÍSTICOS NAS MISSÕES
RESTAURANTE CANTINA EM SÃO LUIZ GONZAGA
ERVA MATE VERDE REAL
RECANTUS RESTARUANTE E PIZZARIA EM SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
LAGO AZUL PARQUE HOTEL EM SANTO CRISTO - VENHA SE DIVERTIR NESTA TEMPORADA
ATELIÊ VÓ ANGELINA - SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
CHURRASCARIA E RESTAURANTE TRÊS MISSÕES - AO LADO DO POSTO NO TREVO DE ACESSO A SÃO MIGUEL DAS 
CAFÉ MISSIONEIRO - PADARIA SANTO ÂNGELO
VILLAS HOTEL - EM SANTO ÂNGELO
REDE DE POSTOS SANTA TEREZINHA - NA REGIÃO DAS MISSÕES E NO TREVO DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
JADA HOTEL - TREVO DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
REUNIDAS - SEU DESTINO NA PALMA DA MÃO
ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DAS MISSÕES - A FORÇA MISSIONEIRA PELO MUNICIPALISMO
SAIBA TUDO SOBRE O TURISMO E ROTEIROS NA FRONTEIRA NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL


NOSSAS PÁGINAS EM SITE E REDES SOCIAIS
PORTAL DAS MISSÕES - Tudo sobre a cultura, história e o turismo da região das Missões do RS
PORTAL FRONTEIRA NOROESTE - Tudo sobre a cultura, história e o turismo da Fronteira Noroeste RS
PORTAL SUL DE FLORIPA - Tudo sobre a cultura, a história e o turismo do sul da ilha de Florianópolis SC

EM DESTAQUE

Erva Mate Verde Real

Empresa familiar, com seu fundador Delfino Shultz, iniciou no ramo de erva mate no ano de 1989

Saiba mais

Recantus

A culinária missioneira preparada com todo o carinho.

Saiba mais

Mato Queimado

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...