Notícias

22/10/2021 10:58


Mercosul inicia pesquisa para mapear o potencial do turismo de natureza da região

Ministério do Turismo do Brasil conduz a sondagem no país junto a agências de viagem e operadores de turismo. Respostas podem ser enviadas até o dia 3 de novembro.
Na pesquisa promovida pelos países que integram o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), além do Chile, busca conhecer o real potencial do turismo de natureza do bloco. Para isso, os países elaboraram um questionário que vai mapear o segmento e embasar ações conjuntas no âmbito do Mercosul. A pesquisa tem como público-alvo profissionais que atuam em agência de viagens ou operadoras de turismo. O questionário é online e pode ser respondido em poucos minutos até o dia 3 de novembro.
 
Clique AQUI para participar: https://docs.google.com/.../1W2Vp9Vef.../viewform...
No Brasil, o Ministério do Turismo irá consolidar as informações. Posteriormente, os resultados serão divulgados e analisados pelos países para a elaboração de um diagnóstico que ajudará na construção de futuras ações conjuntas. O turismo de natureza é considerado uma das principais tendências do mundo no momento e o seu desenvolvimento deve impulsionar a recuperação do setor no cenário pós-pandemia.
 
“Nenhum país do mundo se iguala ao Brasil no segmento de turismo de natureza. Somos a última fronteira de sustentabilidade, preservação e fauna. Temos seis biomas: Pantanal, Pampa, Mata Atlântica, Amazônia, Caatinga e Cerrado e ainda temos nossa Amazônia Azul, com mais de 8 mil quilômetros de costa. E mais do que aquilo que temos, somos um potencial pelo que não temos: não temos furacão, terremoto, maremoto e outros fenômenos naturais que impactam a circulação de turistas”, destaca o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.
 
PROMOÇÃO DO TURISMO DE NATUREZA - Em julho, o Ministério do Turismo lançou a campanha promocional “Turismo em Natureza”, que busca evidenciar o segmento na retomada das atividades turísticas e retratar a importância do turismo consciente, responsável e seguro. A ideia é inspirar os brasileiros a conhecerem as belezas do próprio país. A campanha, que tem como slogan “Viaje pelo Brasil. Gigante pela própria natureza”, destaca destinos como, por exemplo, a Chapada dos Guimarães (MT) e os Lençóis Maranhenses (MA).
 
O Ministério do Turismo também promove uma seleção para contratar empresa que auxiliará no desenvolvimento de Trilhas de Longo Curso no Brasil. A expectativa com a contratação é criar um manual de implementação e promoção destas trilhas, consolidando as políticas públicas de desenvolvimento do turismo em áreas naturais.
 
Além disso, espera-se reforçar a RedeTrilhas (Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade) com a adesão de novos percursos por meio da disponibilização de metodologia que apoiará a gestão, implementação e promoção de novas trilhas à rede. Até o momento, quatro trilhas (Transcarioca, Sucupira, Cora Coralina e Serra do Mar) compõem a RedeTrilhas, que é gerenciada pelo Ministério do Meio Ambiente, com vistas a ampliar e diversificar a oferta turística em áreas naturais.
 
Outra iniciativa do governo federal é a concessão de parques nacionais com o objetivo de atrair recursos para conservação por meio de parcerias com o setor privado. E, consequentemente, aumentar a visitação, gerando emprego, renda e desenvolvimento no entorno dos parques. Para isso, o Ministério do Turismo, em parceria com Ministério do Meio Ambiente, ICMBIO e UNESCO, contratou duas empresas para elaboração de estudos de viabilidade técnica e econômica para concessão de quatro unidades de conservação: Parque Nacional de Jericoacoara; Parque Nacional da Serra da Bodoquena; Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses; e Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.
 
Em 2019, antes da pandemia, as 137 unidades de conservação federais do Brasil receberam mais de 15,3 milhões de visitantes, um aumento de 20,4% em relação ao ano anterior. Como consequência das visitações, só em 2018, segundo dados consolidados pelo ICMBio, foram gerados cerca de 90 mil empregos, R$ 2,7 bilhões em renda, R$ 3,8 bilhões em valor agregado ao PIB e R$ 1,1 bilhão em impostos.
 
Por Amanda Costa
 
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo
 
Fonte: MTur
 
Foto: Ministério do Turismo

EM DESTAQUE

Clube Gaúcho - CG

Famoso clube de Santo Ângelo onde ocorrem diversos tipos de eventos. 

Saiba mais

Facas Artesanais de disco Tatu

Faca artesanal de feita de disco de arado tatu com cabo anatômico, bainha de couro com passador.

Saiba mais

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...