VIDEOS

Tatarandê, Ponto de Memoria Missioneira

      Tatarandê em Guarani, (tata = Fogo + randê = Luz) sistema de comunicação através da luz do fogo utilizado entre as reduções.
       No Ponto de Memória Missioneira, em São Miguel das Missões, encontra-se um altar reconstruido com um Artoche, onde podemos conhecer mais detalhado este meio de comunicação o Tatarandê.
      Durante as escavações no sítio arqueológico de São Miguel das Missões, foi recuperado o material para reconstruir um dos 7 Tatarandês utilizados como sinais na comunicação entre as missioneiras durante o segundo período conhecido como os Sete Povos
      “TATARANDÊ”, altares, globos e vasilhames esse conjunto de materiais era chamado de Artoches.
      Nós chamamos Tochas, mas nos escritos jesuítas esta como Artoches. Num total de dez (10) onde era colocada gordura animal, ao ser queimado produzia uma chama para servir de lanterna e comunicação entre as comunidades das reduções.
Este meio de comunicação é dos ancestrais dos Guaranis, (Inca, Maya e Asteca) adaptado pelos jesuítas. Conforme a mensagem era a quantidade de Artoches acendidos.
Exemplos:
1 Artoche, sinal de positivo. 
2 Artoches, sinal de negativo.
3 Artoches, problema de saúde, enviar pagé ou curador o mais experiente em medicina para auxiliar.
4 Artoches, enviar emissário ou representante da Redução.
      Dos códigos que eram utilizados na comunicação entre as reduções se tem conhecimento que eram 10, sendo que 4 são conhecidos por relatos e documentos.
      Eram distribuídos também ao redor da Igreja seguindo um ritual indígena que purificava e regava a terra chamado de “O Despertar do Galo”, seguindo manuscritos dos jesuítas e ouvindo membros da tribo Guarani, viemos a conhecer melhor esta benzedura mística da natureza em que os índios acreditavam ser o Galo o vigia, quem despertava para vida, purificando os males e irrigando a terra.
     O Galo era posicionado ao centro da redução, a Taba (campo místico) e cada tatarandê (Total de 7) eram distribuídos em direção as fontes naturais que brotam na cidade de São Miguel das Missões, ligando o olho do galo a chama do Tatarandê e a fonte de água mineral irrigando a terra a tornando “Terra Sem Males”. Água limpa e benzida para os membros da Redução enfrentar as estiagens e mormaço.
     As informações e materias no Ponto de Memória Missioneira estão sobre a administração de Valter Braga, de origem Guarani, pesquisador e historiados auto-didata. 
Site: Tatarandê Comunicação Entre Reduções
Site: Ponto de Memória Missioneira
Vídeo: Ponto de Memória Missioneira
Imagem: Ponto de Memória Missioneira
Site: Roteiro por São Miguel das Missões. 
Site: Arcanjo São Miguel
Ruínas de São Miguel Arcanjo. 
Site: Espetáculo de Som e Luz
Vídeo: Igrejinha de São Miguel Arcanjo;

Outros videos

Vida de Sepé Tiarajú

Vida de Sepé Tiarajú

Sepé Tiaraju foi um chefe indígena dos Sete Povos das Missões Orientais do Uruguai (território hoje integrado ao estado do Rio Grande do Sul) que virou herói para seu povo. Em 1750, Portugal e Espanha assinaram o Tratado...

Ver detalhes »

4º Domingo na URI Santo Ângelo

4º Domingo na URI Santo Ângelo

O dia ensolarado e de temperatura amena contribuiu para que o Domingo na URI, realizado dia 19, fosse bem aproveitado. Das 14h às 19h, centenas de adultos e crianças aproveitaram os espaços disponíveis com brinquedos in...

Ver detalhes »

A Cabeça de Gumercindo Filme de Tabajara Rua...

A Cabeça de Gumercindo Filme de Tabajara Rua...

As gravações foram nas Ruínas de São Miguel, durante o inicio do mês de novembro de 2017. A direção e roteiro da obra, com lançamento previsto par maio ou junho de 2018, é do escritor e cineasta gaúcho, Tabajara Ruas, qu...

Ver detalhes »