VIDEOS

Tatarandê, Ponto de Memoria Missioneira

      Tatarandê em Guarani, (tata = Fogo + randê = Luz) sistema de comunicação através da luz do fogo utilizado entre as reduções.
       No Ponto de Memória Missioneira, em São Miguel das Missões, encontra-se um altar reconstruido com um Artoche, onde podemos conhecer mais detalhado este meio de comunicação o Tatarandê.
      Durante as escavações no sítio arqueológico de São Miguel das Missões, foi recuperado o material para reconstruir um dos 7 Tatarandês utilizados como sinais na comunicação entre as missioneiras durante o segundo período conhecido como os Sete Povos
      “TATARANDÊ”, altares, globos e vasilhames esse conjunto de materiais era chamado de Artoches.
      Nós chamamos Tochas, mas nos escritos jesuítas esta como Artoches. Num total de dez (10) onde era colocada gordura animal, ao ser queimado produzia uma chama para servir de lanterna e comunicação entre as comunidades das reduções.
Este meio de comunicação é dos ancestrais dos Guaranis, (Inca, Maya e Asteca) adaptado pelos jesuítas. Conforme a mensagem era a quantidade de Artoches acendidos.
Exemplos:
1 Artoche, sinal de positivo. 
2 Artoches, sinal de negativo.
3 Artoches, problema de saúde, enviar pagé ou curador o mais experiente em medicina para auxiliar.
4 Artoches, enviar emissário ou representante da Redução.
      Dos códigos que eram utilizados na comunicação entre as reduções se tem conhecimento que eram 10, sendo que 4 são conhecidos por relatos e documentos.
      Eram distribuídos também ao redor da Igreja seguindo um ritual indígena que purificava e regava a terra chamado de “O Despertar do Galo”, seguindo manuscritos dos jesuítas e ouvindo membros da tribo Guarani, viemos a conhecer melhor esta benzedura mística da natureza em que os índios acreditavam ser o Galo o vigia, quem despertava para vida, purificando os males e irrigando a terra.
     O Galo era posicionado ao centro da redução, a Taba (campo místico) e cada tatarandê (Total de 7) eram distribuídos em direção as fontes naturais que brotam na cidade de São Miguel das Missões, ligando o olho do galo a chama do Tatarandê e a fonte de água mineral irrigando a terra a tornando “Terra Sem Males”. Água limpa e benzida para os membros da Redução enfrentar as estiagens e mormaço.
     As informações e materias no Ponto de Memória Missioneira estão sobre a administração de Valter Braga, de origem Guarani, pesquisador e historiados auto-didata. 
Site: Tatarandê Comunicação Entre Reduções
Site: Ponto de Memória Missioneira
Vídeo: Ponto de Memória Missioneira
Imagem: Ponto de Memória Missioneira
Site: Roteiro por São Miguel das Missões. 
Site: Arcanjo São Miguel
Ruínas de São Miguel Arcanjo. 
Site: Espetáculo de Som e Luz
Vídeo: Igrejinha de São Miguel Arcanjo;

Outros videos

Cerimônia de Entrega da Comenda Sepé Tiarajú

Cerimônia de Entrega da Comenda Sepé Tiarajú

          COMENDA SEPÉ TIARAJU:           Em 07 de fevereiro de 2018, completam 262 anos da morte do herói missioneiro Sepé Tiaraju, morto em batalha durante a Guerra Guaranítica. Sepé Tiaraju foi um símbolo guarany mi...

Ver detalhes »

De Rapina por Wilson Paim de Otávio Reichert

De Rapina por Wilson Paim de Otávio Reichert

      DE RAPINA       Voando livre campereia o gavião. Vasculha a pampa por ser ave de rapina. Esconde as armas camufladas sob as penas, mas sem ter pena agarra a presa na campina Outros gaviões parcereiam a vida ur...

Ver detalhes »

9º Canto Missioneiro da Música Nativa 2016

9º Canto Missioneiro da Música Nativa 2016

Festival ocorreu de 8 a 10 de setembro, no Teatro Antônio Sepp e no Centro Histórico um dos principais festivais de musica nativistas do Rio Grande do Sul.  O vídeo ou cópia virtual do  9º Canto Missioneiro da Música Na...

Ver detalhes »