Notícias

16/05/2018 11:05


A Cruz Missioneira tem Origem em 3 Cruzes

Cruz de Caravaca, Cruz Patriarcal e Cruz de Lourena, a história destas três cruzes se cruza e se fundem carregadas de simbologia que se fundem na Cruz Missioneira.
Cruz Patriarcal: Também conhecida como Cruz de Lorena e Cruz de Caravaca possui um "braço" menor que representa a inscrição colocada pelos romanos na cruz de Jesus. (Foto 1 INRI que em Latim quer dizer Jesus Nazareno Rei dos Judeus) Foi muito utilizada por bispos e príncipes da igreja cristã antiga e por jesuítas nas missões no sul do Brasil. Muitos quando desenhavam a Cruz ou crucifixo colocavam um pequeno traço em cima simbolizando a placa que os romanos colocaram quando crucificaram Jesus Cristo.
Esta cruz ou este desenho foi tomando forma e para alguns se tornou símbolo de uma região na Espanha, conhecida por Caravaca de La Cruz, onde a Cruz de Caravaca teve uma aparição milagrosa. no século XIV(14) onde também tem a origem de grande parte dos Padres Jesuítas da Companhia de Jesus e que em missão evangelizadora vieram para o sul da América do Sul. 
A Cruz de Caravaca original, na Espanha, diz-se possuir um pedaço da cruz onde foi crucificado Jesus Cristo. 
Também chamada de Cruz de Lorena, é um crucifixo com duas barras horizontais, sendo a do topo menor do que a debaixo, acompanhada pela figura de dois anjos, um de cada lado. 
A Cruz de Caravaca é um símbolo religioso e místico (não só o Catolicismo), representa “Poder e Proteção Divina”.
Os Jesuítas a usavam como símbolo, carinho e estimulo e ficou conhecida por “Cruz Missioneira” era usada pelos índios na Região das Missões como símbolo do bem contra o mal. Os dois braços simbolizam a fé redobrada, foco, abnegação. A cruz é considerada como um amuleto, uma proteção espiritual contra todos os males. 
                    Há história mis divulgada, uma lenda na Espanha que envolve a origem da Cruz de Caravaca. Segundo a mitologia, no século XIII, um Rei Mouro quando ocupou a Espanha manteve em cativeiro padres. Para conhecer melhor e por distração, brincadeira ou constrangimento obrigou um sacerdote prisioneiro a celebrar uma missa. O vigário, no momento de celebração, parou com os ritos sacros e disse que não conseguia falar,  rezar ou responder as inquietações do rei, explicou que não poderia prosseguir porque lhe faltava à Santa Cruz. O Imperador esbravejou e o sacerdote se ajoelhou quieto enquanto os guardas e convidados o ofendiam.
Neste momento, o teto se abre em luz e dois anjos desceram do céu trazendo a Cruz de Quatro Braços, ou Cruz Patriarcal. Diante deste milagre, o rei converteu-se ao cristianismo.
Caravaca de La Cruz é uma das cidades mais antigas da Espanha, e para alguns ocultistas era o antigo reduto da Ordem dos Templários. De acordo com os historiadores, o Castelo Caravaca hoje Santuário, era uma fortaleza militar montada para expulsar os mouros e restabelecer o cristianismo na Espanha. Por isto também o reflexo desta educação com uma maior ênfase na disciplina e estrutura militar da população, assim a cruz pegou cada vez mais significado como símbolo de hierarquia, religiosidade, disciplina e vocação nos jesuítas na Companhia de Jesus.
No México, a Cruz de Caravaca é um amuleto religioso muito popular. Diz-se que a cópia da Cruz de Caravaca,  foi a primeira cruz a chegar ao México e nesta nação, acredita-se que a Cruz de Caravaca possui o poder de conceder desejos.
A Cruz Missioneira é também um Marco da Região das Missões no Noroeste do Rio Grande do Sul símbolo cultuado e ostentado com orgulho, é um legado deixado pelos jesuítas na primeira tentativa de evangelização junto ao povo Guarani que abitava o pampa gaúcho. Os Missionários Jesuítas forma os primeiros europeus que chegaram a essas terras fundando a comunidade no Passo do Padre em São Nicolau, RS, modelo de civilização para evangelizar em 1622, por este motivo o valor da Cruz Missioneira nesta região marco de onde nasce o Rio Grande. Também representa um povo, por sua origem e costumes parecidos uma nação com quatro bandeiras Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, por onde trabalhou a Companhia de Jesus, os Missioneiros Jesuítas.
Em mapa encontrado recentemente no Arquivo Geral do Vaticano, datado de 1691, e que contém a disposição e distância dos Povos Missioneiros, consta em cima de cada Redução, uma Cruz Missioneira, o que reafirma cada vez mais como o símbolo máximo dos 30 povos. 
Castillo Santuario de la Vera Cruz de Caravaca de la Cruz
Fonte Dicionário de Símbolos 
Site: Origem da Cruz Missioneira. 
Imagens da Cruz de Caravaca;

Site: Pedra Itacuru, Pedra Cupim ou Pedra Missioneira
Site: Itacuruacir nos aproxima de Tupã ao ser perdida.
Site: # Chimarrão uma das soluções para o mundo!
Site: # Primeiro mate é do dono, por quê? 
Site: # Mistério do Chimarrão.
Site: Inácio de Loyola - Primeiro Jesuíta
Site: Reduções Jesuítitas – RESUMO - 1º E 2º Período
Site: Morte dos Caciques Sepé Tiaraju, Nicolau Ñanguirú e 1511 indios
Gravataí a mais longínqua Redução; 

Site: Lenda Da Erva Mate Versão Indígena

EM DESTAQUE

Jada hotel

Clube Gaúcho CG

Famoso clube de Santo Ângelo onde ocorrem diversos tipos de eventos. 

Saiba mais

Pousada das Missões

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...