Notícias

11/11/2017 21:56


Pedro Ortaça conta a história da música

Video da Familia Ortaça cantando Timbre de Galo.
Reportagem conta a história de uma das musicas mais marcantes do cancioneiro gaúcho, descrita a letra e melodia a partir do relato do autor e intérprete Pedro Ortaça.
"O poeta é um repórter de seu tempo", costumava dizer Apparicio Silva Rillo. E manter acesas memória, identidade e cultura do povo gaúcho se tornou um lema para as letras do compositor, morto em 1995 devido a um câncer. Exemplo disso é o poema escrito por ele em 1988, que transporta quem não viveu em seu tempo a se sentir parte dele ao cantá-lo.
Timbre de Galo nasceu sob o título Como Sou. Os versos foram entregues ao amigo missioneiro Pedro Ortaça, que retirou estrofes, mudou o nome e ofereceu uma melodia que os ouvidos reconheceriam até se fosse possível retornar onde o Rio Grande começa, como sugere Rillo na canção.
— Certo dia, o Rillo me recebeu em casa e disse que tinha uns versos especialmente para eu musicar e gravar. Sentei na frente dele, só dei umas batidas na guitarra (violão) e já veio a melodia. Timbre de Galo é quase um hino ao Rio Grande — conta Ortaça.
O saudosismo nas palavras de Rillo reflete ações de um Rio Grande do Sul que já não existe mais, como aquele no qual os cantores expressavam, por meio da música, o que percebiam da sociedade.
— Os payadores (declamadores) desta terra andavam de pago em pago, cantando. Era como se fosse um jornal, que trazia as notícias de um mundo novo — explica Ortaça.
Vídeo, detalhes, entrevista de Pedro e Gabriel Ortaça nas Ruínas de São Miguel das Missões, produção da RBS-TV contando todo o ambiente e os assuntos que geraram uma das musicas que são símbolos do nosso folclore.
Reportagem de Roberto Azambuja, ZH.

EM DESTAQUE

Imobiliária Quintino

Mais de 20 anos realizando ótimos negócios aos clientes, na compra, venda e locação de imóveis.

Saiba mais

Kemper's Haus

Confeitaria e fabricação artesanal de chocolates.

Saiba mais

Açougue Gurizinho

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...