Notícias

11/03/2018 10:44


Pajada sobre a Lenda do João de Barro

Hogaraitai (Palavra indígena: João-de-barro. Pássaro dos bosques que canta o hino do trabalho)
**Bela índia, cor da terra, de uma tribo diferente.
E Jaebé, o proponente, por ela apaixonado.
Havia um ritual sagrado de que todo pretendente
provasse que era valente pra depois serem casados.
**Faltava ainda uma prova que aquela tribo exigia.
“O jejum de nove dias em um couro enrolado”.
Com guardas cuidando ao lado, nove dias só com água;
Ele sem demonstrar mágoa aceitou ser desafiado.
**Bela índia, cor da terra, por amor entristecida.
Novena se fez comprida; nem podia chegar perto.
Quem foi ninguém sabe ao certo, por ciúme ou por má-fé,
ficou sem água Jaebé, feito planta no deserto.
**Ela pressentiu-lhe a morte. Viu Jaebé se apequenando.
 Em lamentos implorando, Tupã fizesse magias.
Ao findar dos nove dias a tribo viu, estarrecida:
ele ainda tinha vida, mas um mistério emergia.
 **O corpo tinha minguado de uma forma sem igual.
E num sobrenatural transformou-se em passarinho.
Saiu voando sozinho, porém um dia depois,
Perceberam serem dois, num galho, fazendo ninho.
**Fizeram com barro e palhas, casa e ninho majestoso.
E de um sumiço misterioso o pajé leu a mensagem.
Revelou-se na plumagem a bela índia cor da terra.
A aldeia hoje é tapera, mas eles vivem na paisagem.
**Hogaraitai! O casal que narro... canta o amor junto a toca.
O seu lar lembra uma oca! É a lenda... do João-de-barro! 
Site: Lenda e Pajada do João de Barro

Site: Otávio Reichert 
Facebook Otavio Geraldo Reichert   
- E-mail: otavioreichert@gmail.com.
- Telefone: (55) 9118-2080 

EM DESTAQUE

Mato Queimado

Sindilojas

São Pedro Butiá

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...