VIDEOS

Marcello Caminha - Imagens (ao vivo)

        Nada melhor do que Marcello Caminha para explicar a todos nós este novo projeto:
_ Buenas meu amigo, minha amiga! 
        É com muita alegria que venho aqui te trazer mais esta novidade. Entramos este ano 2018 (graças a Deus) com muito trabalho, pois estamos iniciando um projeto novo que vai se estender por todo ano chamado Projeto Imagens.
        Bom, mas para que tu entendas:
        Em 2012 eu gravei o CD Imagens, um disco que foi lançado pela gravadora Acit e foi o meu primeiro disco cantando. Este CD traz um apanhado de músicas autorais que foram gravadas nas vozes de grandes intérpretes da música gaúcha como Pepeu Gonçalves, Joca Martins, Luiz Marenco e César Oliveira e Rogério Melo. 
        Como eu trabalho com o ensino do violão há muitos anos, achei por bem criar um livro de tablaturas e letras das músicas deste disco, para que o pessoal que estuda violão pudesse também aproveita-lo sob um outro ângulo. 
        Assim nasceu a ideia do SONGBOOK IMAGENS. O projeto foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura do RS e agora está em fase de execução.
        As atividades começam com uma série de shows, depois oficinas de violão, lançamento de um CD ao vivo e por último a disponibilização do songbook ao público, que terá além da versão impressa, um formato compacto digital gratuito.
        Vídeo  Musica Imagens, letra: Danúbio Vieira e melodia de Marcello Caminha
        Não crio imagens bombeando o vão das cancelas
Da moldura das janelas sob a quincha dos galpões
Mas bem montado sobre o lombo do cavalo
Botando pealo em rodeio e marcações
        Não crio imagens nos mates ao pé do fogo
Envolvido pelo jogo de alguma angústia encruada
Mas sim num grito pra tirar o gado da grota
Ou na culatra da tropa que se perfila na estrada
        Não crio imagens de campanha entristecida
Pela vida enrijecida no compasso da existência
Mas da alegria e da emoção das carreiradas
Nos bolichos beira estrada, pelos fundões da querência
        Não crio imagens na clausura das paredes
Embora as mesmas guardem lembranças dos meus
Mas sim liberto num santo altar de coxilha
Porque ali estou mais perto de mim, do vento e de Deus!
        Não crio imagens que acalantem muitas almas
Me falta calma pra saudade e solidão
Se isso for imposição, talvez nem seja poeta
Mas a palavra direta me salta do coração!
        Não crio imagens dos momentos que não gosto
Pois não aposto em parelheiro perdedor!
Se a mim me agrada as lidas de campo afora
Crio imagens das esporas no garrão de um domador
        Não crio imagens de trastes dependurados
Nem de termos delicados, mas que tem pouco valor
E sim de laços, de bocal, basto sovado
De cachorros ensinados que são gente num fiador
        Não crio imagens pra chorar águas passadas
Pois enxergo meu futuro muito além dos horizontes
Eu crio imagens pra que se forjem pampeanas
Pois no sangue tenho ganas de distâncias e repontes

Outros videos

Pedro Ortaça, A Volta do Sorro Manso

Pedro Ortaça, A Volta do Sorro Manso

_Arreganho a oito baixo que nem risada de china faço roncar os bordões enquanto a prima se empina voltando a historia do sorro que hoje no mais se termina. _É que o sorro desta historia não pegou ensinamento curado da m...

Ver detalhes »

GETÚLIO VARGAS EM SÃO BORJA - RS - EM 1952

GETÚLIO VARGAS EM SÃO BORJA - RS - EM 1952

II EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL DE SÃO BORJA, presentes o governador Ernesto Dornelles, Protásio Vargas e deputado João Goulart.

Ver detalhes »

Rock de Galpão - Amigo Punk e Vento Negro

Rock de Galpão - Amigo Punk e Vento Negro

Rock de Galpão recebendo o Prêmio Açorianos de Música de Melhor CD Pop, e nosso vocalista Tiago Ferraz como melhor intérprete.  O Roque de Galpão tem se destacado em gráfico crescente divulgando de forma original a musi...

Ver detalhes »